Você foi a pessoa errada na hora certa…ou quase isso
Meus Desencontros

Você foi a pessoa errada na hora certa…ou quase isso!

Por em 1 de dezembro de 2015

Para ler ouvindo:

Ninguém é a pessoa certa na hora errada. Ou vice-versa. Se a pessoa é certa não importa a hora, você vai fazer de tudo pra dar certo. Não existe gente ocupada demais para se envolver. Ou gente cansada para novos relacionamentos. Ou gente fechada pra balanço. Existe pessoa indisponível. Assim como existe pessoa disponível, ou pessoa de coração aberto para novas possibilidades. Se ela quiser, vai rolar. Se ela não quiser, você pode ser a pessoa mais gostosa do mundo, a mais bem sucedida, a mais engraçada, a mais genial. Não vai rolar.

O que faz uma pessoa ter o coração aberto? Sinceramente, eu não sei! Acho que a gente já nasce com uma predisposição para relacionamentos. Vai ver isso tem a ver com criação, com a relação com os pais, ou sei lá o quê. Tem coisas que só Freud explica mesmo. Mas que tem pessoas mais disponíveis que outras, isso não dá pra negar.

Aposto que você tem aquele amigo que já passou por uns 5 relacionamentos nos últimos 6 meses, e aquele que não teve nenhum nos últimos 6 anos. Eles moram na mesma cidade, frequentam os mesmo lugares, conhecem pessoas semelhantes. Mas um se envolve, o outro não! Qual o segredo? Eu conto: disponibilidade!

A incrível arte de fazer acontecer. De abrir a porta, a janela, um espaço na agenda abarrotada, e no coração. Afinal, quem quer não espera sentado o destino bater à porta. Quem quer não sonha acordado com o momento certo, com a pessoa certa, com o lugar certo. Quem quer transforma a hora errada, nos minutos mais únicos e inesquecíveis da vida de alguém (e da sua).

Como fazer isso? Acho que tentando. A gente costuma ter medo de quebrar a cara, de fazer papel de bobo, e isso tá errado, muito errado. O medo devia fazer você seguir em frente com aquele friozinho bom na barriga, não fazer você parar no tempo.

Então, se você está sentado na frente da TV, ou do computador, esperando, seja lá o quê. Levante! Aja! Faça! Sinta! Chore! Sorria! Você não pode ser responsável pelas atitudes de ninguém, mas é completamente dominante das suas. Então não espere o efeito dominó pra ação de alguém refletir em você, exerça o controle sobre a sua vida, sobre seus amores, sobre suas relações, sobre seus problemas, sobre suas soluções.

Não quer dizer que você vai controlar os outros, ou o que eles sentem. Mas quando você olhar para trás, terá certeza que fez todo o possível, que tentou até o fim, que, se não deu certo, não foi porque você ficou parado esperando acontecer.

 

Imagem do post: Tumblr

TAGS
VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR
Pra-ela-dar-o-nome
Pra ela dar o nome

14 de julho de 2016

O-que-acho-que-sei-sobre-o-amor
O que acho que sei sobre o amor

16 de junho de 2016

escarlate
Escarlate

7 de junho de 2016

DEIXE UM COMENTÁRIO

Brasil

Somos um blog sobre relacionamentos, desencontros da vida e situações do acaso. Mas não espere encontrar a solução para os seus problemas em nossos textos. Não somos donos de divãs, e nem ousamos ser, mas somos todos ouvidos se você quiser compartilhar suas histórias, seus pensamentos e, quem sabe, um pouquinho da sua vida. Esperamos que você curta cada linha que a gente escrever, e se você parar para refletir um pouco sobre elas, já valeu a pena ter encontrado você por aqui. Seja bem-vindo!

CATEGORIAS
CURTA NOSSA PÁGINA
Receba por email

Cadastre o seu e-mail e receba conteúdo exclusivo do blog, dicas e acompanhe nossas atualizações.


@MEUSDESENCONTROS
ARQUIVOS