Quando o amor vira indiferença
Meus Desencontros

Quando o amor vira indiferença

Por em 15 de julho de 2014

Para ler ouvindo:


Por um longo tempo eu encontrei meu chão em você. Eu fiz do teu abraço o meu porto seguro e minha válvula de escape. Você era tudo que eu precisava pra fugir do mundo, do meu mundo.

Por um longo (e lindo) tempo você foi o brilho nos meus olhos, o suspiro profundo que eu dava todas as manhãs por me sentir viva, a chuva batendo no rosto pra provar que nada no mundo poderia me abalar.

Por um longo tempo você foi meu tudo. Você foi a brisa soprando num dia de sol, o cobertor quentinho nos dias de frio e você foi a calma mais turbulenta que um coração vazio pode desejar. Você foi sonho, foi carinho e pele arrepiada por sussurros silenciosos.

Por um longo (e feliz) tempo você foi saudade. Saudade que vai e que volta, trazendo no bolso tudo que tava adormecido. Você foi tempo bom, segundos que demoram horas pra passar e que acalmam a alma apressada. Você foi eternidade e um amor tão forte que eu nem sabia que existia.

Por um longo tempo você foi sentimento verdadeiro, você foi frio na barriga e visita inesperada de fim de semana bom. Você foi tempo nublado que deixava o sol entrar pra apagar qualquer tempestade interior. Você foi olho no olho, pele na pele, boca e coração feliz.

Hoje você é indiferença, pensamento vago de um passado distante. Você é suspiro encontrado no acaso, desencontros que não cruzam o meu caminho, tempo distante. O que a gente fez de tão errado pra não ser absolutamente nada na vida do outro? Você conseguiu se apagar de um jeito tão rápido e silencioso que às vezes me pergunto como você pode ter feito tanto sentido na minha vida e de repente ter se transformado no meu nada.

 

Imagem do post: Flickr

TAGS
VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR
Pra-ela-dar-o-nome
Pra ela dar o nome

14 de julho de 2016

O-que-acho-que-sei-sobre-o-amor
O que acho que sei sobre o amor

16 de junho de 2016

escarlate
Escarlate

7 de junho de 2016

1 Comentário
  1. Responder

    Alexandra

    15 de julho de 2014

    É difícil alguém virar nada. Mas geralmente se a gente encontra um amor extremamente forte depois desse que passou, que já foi um amor, ele realmente não significa mais nada importante. Ele continua existindo na forma de histórico, que com certeza, para qualquer pessoa, rendeu muitos ensinamentos, fez sua parte e passou.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Brasil

Somos um blog sobre relacionamentos, desencontros da vida e situações do acaso. Mas não espere encontrar a solução para os seus problemas em nossos textos. Não somos donos de divãs, e nem ousamos ser, mas somos todos ouvidos se você quiser compartilhar suas histórias, seus pensamentos e, quem sabe, um pouquinho da sua vida. Esperamos que você curta cada linha que a gente escrever, e se você parar para refletir um pouco sobre elas, já valeu a pena ter encontrado você por aqui. Seja bem-vindo!

CATEGORIAS
CURTA NOSSA PÁGINA
Receba por email

Cadastre o seu e-mail e receba conteúdo exclusivo do blog, dicas e acompanhe nossas atualizações.


@MEUSDESENCONTROS
ARQUIVOS