O que ficou quando ele foi embora
Pé na bunda

O que ficou quando ele foi embora

Por em 22 de julho de 2014

Para ler ouvindo:

 

Era quase meia-noite quando ele bateu a porta e foi embora. O barulho machucou mais o coração do que o ouvido naquela hora, e eu fiquei sem reação.

Dormente e presa num segundo que parecia eterno. Não fiquei em nenhum dos lados da porta, eu fiquei no meio, dividida pela sensação de perda e alívio.

É muito mais fácil quando é você que dá as costas pro passado e segue em frente. Ninguém quer ser passado quando está no presente de alguém, ninguém quer ser esquecido, ninguém gosta de ser desprezado.

Por mais que a gente saiba que não tem futuro, que nunca vai dar certo e o buraco negro que afasta os dois fica a cada dia mais gigante, separação dói, desfazer laços, por mais frouxos que sejam, sempre dói.

A gente nunca vai saber ao certo o que se passa do outro lado. A gente sente, pressente, mas não sabe. A gente finge indiferença, disfarça as lágrimas, vira pro lado e dorme como se nada tivesse acontecido.

Coração angustiado pelo medo da incerteza, pelo medo do não, medo da solidão e medo de se transformar em um nada na vida do outro. E a gente busca pelo tempo, aquele tic tac constante que pode fazer milagres.

Às vezes eu acho que fui passatempo, brincadeira de criança, aventura de fim de semana, sempre a segunda opção. Pensamentos soltos, companhia pra solidão, aconchego pra suprir carência.

O outro lado pode gritar o contrário pra desmentir tudo que você pensa, mas é assim que a gente sente quando ouve o barulho da porta batendo no coração: momentos de uma vida resumidos em um vazio que parece não ter fim, até que o tempo resolva o que ele tem pra resolver e mais um ciclo recomece.

 

Imagem do post: Flickr

TAGS
VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Brasil

Somos um blog sobre relacionamentos, desencontros da vida e situações do acaso. Mas não espere encontrar a solução para os seus problemas em nossos textos. Não somos donos de divãs, e nem ousamos ser, mas somos todos ouvidos se você quiser compartilhar suas histórias, seus pensamentos e, quem sabe, um pouquinho da sua vida. Esperamos que você curta cada linha que a gente escrever, e se você parar para refletir um pouco sobre elas, já valeu a pena ter encontrado você por aqui. Seja bem-vindo!

CATEGORIAS
CURTA NOSSA PÁGINA
Receba por email

Cadastre o seu e-mail e receba conteúdo exclusivo do blog, dicas e acompanhe nossas atualizações.


@MEUSDESENCONTROS
ARQUIVOS