se_ela_nao_quiser_casar
Meus Desencontros

E se ela não quiser casar?

Por em 14 de janeiro de 2016

Para ler ouvindo:

 

E SE ELA NÃO QUISER CASAR? Boa pergunta. Droga, que ideia mais assustadora, velho! É claro que ela quer. Digo, sei lá. Pode não ser motivo suficiente, mas eu nem lembro como eu era antes de me descobrir amando essa garota. Ela é incrível. E me contagiou com isso, me sinto incrível com ela. Então não vem colocar dúvidas na minha cabeça, porque na dela, as dúvidas já se foram faz tempo.

Minha garganta ainda seca quando eu a vejo. Olha só o brilho no olhar dela. Ainda é o mesmo.

Minto! Se tornou mais intenso a cada dia que passou. A cada detalhe, a cada momento compartilhado. Ela fez com que eu descobrisse coisas que eu mesmo não sabia que estavam aqui, dentro de mim.

Seu sorriso soa como um abraço, e com o tempo, a vivência e a cumplicidade, se tornou a razão que regra aquela minha vontade eufórica e absurda de voltar pra casa no fim de um longo e exaustivo dia de trabalho e encontrar nela o meu lar.

Sua voz é, simultaneamente, meus grilhões e a minha carta de alforria. Me oferta liberdade. Sim, liberdade. Mas não me deixa partir. Ela puxa minha orelha de vez em quando. Ela briga. Ela resolve. Ela é apoio, inspiração, é razão e emoção. Poema e canção. Ela é um sorriso bobo do lado direito do carro. O riso frouxo na minha garupa. Ela é moldura e obra prima. E ainda há quem diga que eu deveria sentir falta de ser solteiro. E, sinceramente, ser solteiro é bom. Mas ela me fez entender que melhor ainda é deixar de ser.

Você já viu o corte novo do cabelo dela? Foram poucos centímetros, eu sei. Quase não dá pra notar. Mas eu notei. Eu sempre noto. E ela adora quando eu percebo antes que ela pergunte. O amor está nos detalhes. E quer saber? Você nem imagina o quanto é gostosa a sensação de tê-la aqui do lado, bagunçando o meu cabelo, encostando os pés nos meus, compartilhando pipoca e Netflix num dia frio ou num fim de semana preguiçoso.

Então, se ela não quiser casar? Você acha que ela vai querer perder a delícia que é estar perto, que é receber a recompensa em valorizar o esforço que nós dois temos feito pra dar certo?

Ela revela com suspiros prolongados o desejo de extinguir as fronteiras, muralhas e limites de distâncias possíveis. Ela quer um mundo aprazível, repleto de surpresas boas, encantos. E sente que já tem tudo isso, mas deseja, nas entrelinhas, continuar tendo. Ela é inteligente. E assim como eu, autossuficiente na necessidade em ter o outro por perto. Ela é do tipo raro que adora converter situações difíceis em belas gargalhadas. Ela sabe que situações difíceis se tornam mais fáceis e solúveis quando vividas a dois. Entendeu?

E se ela não quiser casar, meu caro? Ah! Fala sério! É CLARO QUE ELA QUER.

 

Imagem do post: Tumblr

TAGS

14 de janeiro de 2016

14 de janeiro de 2016

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR
Pra-ela-dar-o-nome
Pra ela dar o nome

14 de julho de 2016

O-que-acho-que-sei-sobre-o-amor
O que acho que sei sobre o amor

16 de junho de 2016

escarlate
Escarlate

7 de junho de 2016

DEIXE UM COMENTÁRIO

Brasil

Somos um blog sobre relacionamentos, desencontros da vida e situações do acaso. Mas não espere encontrar a solução para os seus problemas em nossos textos. Não somos donos de divãs, e nem ousamos ser, mas somos todos ouvidos se você quiser compartilhar suas histórias, seus pensamentos e, quem sabe, um pouquinho da sua vida. Esperamos que você curta cada linha que a gente escrever, e se você parar para refletir um pouco sobre elas, já valeu a pena ter encontrado você por aqui. Seja bem-vindo!

CATEGORIAS
CURTA NOSSA PÁGINA
Receba por email

Cadastre o seu e-mail e receba conteúdo exclusivo do blog, dicas e acompanhe nossas atualizações.


@MEUSDESENCONTROS
ARQUIVOS