é hora de recomeçar
Meus Desencontros

É hora de recomeçar

Por em 7 de abril de 2015

Para ler ouvindo:

Odeio despedidas e já perdi as contas de quantos amigos eu já vi partir. Não falo de partidas inevitáveis, como a morte, falo de escolhas da vida, como trocar de emprego, de cidade, de país.

Toda vez que alguém vai embora eu sinto um aperto dentro de mim. Pela distância, pela perda (mesmo que por tempo determinado), por ter que dizer “até mais”, sabendo que o “mais” é longo, e que, inevitavelmente, um ciclo se encerra ali. Não que amizades não sobrevivam a distâncias, muito pelo contrário, quando o sentimento é verdadeiro, vai ser como se o outro nunca tivesse partido.

Isso acontece, de fato! Mas é raridade, infelizmente. E você sente, você sabe quando um “até mais” pode ser tornar “até nunca”. A vida continua, pra você e pra quem foi. O mundo não para de girar, você não para de conhecer novas pessoas, novos grandes amigos, novos grandes amores. Ainda bem! Mas não há como negar que fins são sempre dolorosos. Mudanças, mesmo que para melhor, sempre machucam.

Esse é o ciclo da vida. Fins e recomeços. Você ainda vai ter que se despedir muitas vezes. Vai ter que recomeçar muitas vezes. Mas pense sempre pelo lado bom: ainda bem que temos essa possibilidade. A de se inventar e reinventar todos os dias. A de largar tudo e seguir novos caminhos. A de desistir pra ter que persistir em outros lugares, em outras pessoas, em outras possibilidades.

Por isso aproveite todos os momentos com muita intensidade. Quando o ciclo terminar e o “ até nunca” mais se instaurar na sua relação, pelo menos vai ter valido a pena. Pode acreditar: sempre vale!

Mesmo sem perceber você leva muito do outro para a sua vida. A roda de amigos, os aprendizados, as risadas, as viagens, os encontros casuais de um sábado à noite. Ninguém passa na vida de ninguém por acaso. Tudo tem um porquê, tudo tem um sentido. Se você ainda não encontrou e o aperto da despedida vira desespero, é porque você ainda não aprendeu a dizer adeus.

Desapegue. Deixe o outro ir. Se o desespero se instalar pela sua inércia, talvez seja a sua hora também de fazer as malas, de dizer “adeus” ou apenas um “até logo” para tentar ser mais feliz.

 

Imagem do post: Tumblr

TAGS
VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR
Pra-ela-dar-o-nome
Pra ela dar o nome

14 de julho de 2016

O-que-acho-que-sei-sobre-o-amor
O que acho que sei sobre o amor

16 de junho de 2016

escarlate
Escarlate

7 de junho de 2016

1 Comentário
  1. Responder

    marcos

    10 de abril de 2015

    Gostei do seu texto. Simples e direto moça.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Brasil

Somos um blog sobre relacionamentos, desencontros da vida e situações do acaso. Mas não espere encontrar a solução para os seus problemas em nossos textos. Não somos donos de divãs, e nem ousamos ser, mas somos todos ouvidos se você quiser compartilhar suas histórias, seus pensamentos e, quem sabe, um pouquinho da sua vida. Esperamos que você curta cada linha que a gente escrever, e se você parar para refletir um pouco sobre elas, já valeu a pena ter encontrado você por aqui. Seja bem-vindo!

CATEGORIAS
CURTA NOSSA PÁGINA
Receba por email

Cadastre o seu e-mail e receba conteúdo exclusivo do blog, dicas e acompanhe nossas atualizações.


@MEUSDESENCONTROS
ARQUIVOS