Cafés Suspensos
Meus Desencontros

Cafés Suspensos

Por em 17 de junho de 2014

Para ler ouvindo:

Sempre procurei ter atitudes coerentes com as coisas que falo. Fui criada desta forma: “Se prometeu tem que cumprir, minha filha”, “Não faça com os outros o que não gostaria que fizessem contigo” e por aí vai. Este jeito de agir sempre me foi natural e era natural também que eu acreditasse que todo mundo seria dessa mesma forma. Claro que com o tempo vi que essa regra não se aplica à todas as pessoas.

Há um tempo me peguei em uma situação muito peculiar. Três pessoas muito queridas que queriam “Tomar um café e bater papo” comigo, cada uma do seu jeito, mas que em comum diziam que queriam muito me encontrar. Toda vez que alguém faz um convite ou simplesmente diz “vamos marcar alguma coisa” eu acredito que a intenção é verdadeira e se estou afim me coloco à disposição.

Até hoje, e alguns desses casos têm muito tempo, os cafés não aconteceram. Cada um teve uma desculpa e teve gente que até sumiu. Foi quando me dei conta que a minha vida estava cheia de cafés suspensos! Cafés que foram propostos e preparados, mas esperando para serem requentados, sabe-se lá quando.

Fiquei me perguntando por que essas e outras pessoas que conheci agiram assim. Por que manter o outro em modo de espera?

Como já dizia a sabedoria popular “Quem quer arruma um jeito, quem não quer arruma uma desculpa”. Essa história é sobre mim, mas quantos de vocês já não tiveram aquela amiga que desiste de sair sempre na última hora, ou aquele pretendente que te trata bem, mas que nunca tem tempo para sair? E o namorado, ou namorada, que te pediu mais uma chance e depois sumiu, de novo!

Hoje entendo que as pessoas não são iguais à mim, mas que nem por isso eu preciso mudar meu jeito e minhas atitudes.

Ao invés de ficar remoendo aquela revolta com o indivíduo que deixou em banho-maria pense: Vale a pena ficar requentando um café que nunca vai ser consumido?

 

Imagem do post: Tumblr

TAGS
VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR
Pra-ela-dar-o-nome
Pra ela dar o nome

14 de julho de 2016

O-que-acho-que-sei-sobre-o-amor
O que acho que sei sobre o amor

16 de junho de 2016

escarlate
Escarlate

7 de junho de 2016

1 Comentário
  1. Responder

    Alexandra

    17 de junho de 2014

    Muito bom! Acredito que vida de todos é cheia de cafés suspensos, cervejas suspensas, piqueniques suspensos, cinemas e praias suspensas. Acontece, e aí que fique na mão da outra pessoa mesmo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Brasil

Somos um blog sobre relacionamentos, desencontros da vida e situações do acaso. Mas não espere encontrar a solução para os seus problemas em nossos textos. Não somos donos de divãs, e nem ousamos ser, mas somos todos ouvidos se você quiser compartilhar suas histórias, seus pensamentos e, quem sabe, um pouquinho da sua vida. Esperamos que você curta cada linha que a gente escrever, e se você parar para refletir um pouco sobre elas, já valeu a pena ter encontrado você por aqui. Seja bem-vindo!

CATEGORIAS
CURTA NOSSA PÁGINA
Receba por email

Cadastre o seu e-mail e receba conteúdo exclusivo do blog, dicas e acompanhe nossas atualizações.


@MEUSDESENCONTROS
ARQUIVOS